Quênia inicia testes de campo de algodão Bt

19-06-2018

O Quênia está a um passo de comercializar algodão Bt após o início dos Testes Nacionais de Desempenho para identificar variedades adequadas para diferentes zonas agroecológicas. A Autoridade Nacional de Gerenciamento Ambiental (NEMA) concedeu uma licença de Avaliação de Impacto Ambiental à Organização de Pecuária e Pesca Agrícola do Quênia (KALRO) para realizar os testes.

O plantio teve início este mês em Kisumu, no oeste do Quênia, e os testes serão realizados em sete locais espalhados por seis municípios. O algodão GM é uma mudança significativa na revitalização da indústria têxtil e de confecções, que o governo queniano identificou como fundamental no aprimoramento da manufatura e na realização da agenda dos “Quatro Grandes”, um ambicioso plano de recuperação econômica de cinco anos. Mais de 200 mil hectares estão destinados ao algodão Bt.

O início dos testes de campo é um alívio para milhares de produtores de algodão no país. Se os testes resultarem em dados favoráveis, a expectativa é de que os agricultores tenham acesso a sementes híbridas de algodão Bt em abril de 2019.

Fonte: ISAAA