Corte da Nigéria permite comercialização de algodão Bt

12-09-2018

O Supremo Tribunal Federal da Nigéria (FHC) indeferiu uma ação movida contra a Agência Nacional de Biossegurança do país (NBMA) por uma licença emitida em 2016 que permitia a liberação comercial de algodão Bt. A ação pedindo a revogação da licença foi movida em setembro de 2017 por um grupo de organizações da sociedade civil.

Vale ressaltar que, em julho de 2018, o Comitê Nacional de Nomeação, Registro e Liberação de Culturas Agrícolas do país aprovou e registrou oficialmente duas variedades de algodão Bt: MRC 7377 BGII e MRC 7361 BGII.

Com ambas as decisões, os agricultores nigerianos terão em breve acesso a sementes de algodão Bt para plantio e comercialização.

Fonte: ISAAA