Embrapa fecha acordo para cana GM

20-03-2018

Uma parceria entre a Embrapa Agroenergia, a startup PangeiaBiotech, a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii ) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) abriu caminho para o desenvolvimento de variedades de cana-de-açúcar GM para controle biológico da broca-da-cana e manejo da cultura com o herbicida glifosato.

A iniciativa integra o projeto “Produção de variedades comerciais de cana-de-açúcar transgênica para aumento da biomassa e da produção de etanol 1G e 2G a partir da transferência de genes que conferem resistência ao herbicida glifosato e a insetos-praga”.

A expectativa é que em até quatro anos esteja disponível a variedade com as duas características. Os pesquisadores já iniciaram o trabalho e estão previstos ainda os testes em campo para validar a tecnologia e a construção de parcerias estratégicas com empresas interessadas, o que envolve negociações de desregulamentação do evento transgênico para posterior venda das variedades no mercado.

A broca (Diatraea saccharalis) é responsável por perdas que chegam a cerca de R$ 5 bilhões por ano ao setor, ao reduzir as produtividades agrícola e industrial e a qualidade do açúcar, além de gerar custos com inseticidas.

Fonte: Embrapa (Daniela Collares) e Folha de S. Paulo (Marcelo Toledo)