Canadá dá sinal verde para arroz dourado

21-03-2018

A Health Canada, agência de saúde do Canadá, concluiu e notificou o Instituto Internacional de Pesquisa do Arroz (IRRI, na sigla em inglês) que não tem nenhuma objeção ao uso para alimentação do arroz dourado ou GR2E. A decisão segue a aprovação recente pela Food Standards Australia New Zealand (FSANZ), em dezembro passado.

O órgão conduziu uma análise abrangente, de acordo com parâmetros de segurança e padrões internacionalmente estabelecidos para alimentos com novos traços, a exemplo da Organização Mundial da Saúde, da Organização de Agricultura e Alimentos das Nações Unidas, da Organização para o Desenvolvimento e a Cooperação Econômica e do Codex Alimentarius Alimentária Codex.

Em nota emitida em 16 de março, a Health Canada declarou que “as alterações realizadas nessa variedade não apresentam maior risco à saúde humana do que as variedades de arroz disponíveis no mercado canadense”, além de notar que o “GR2E não teria impacto para alergias e que não há diferenças no valor nutricional quando comparado a outras variedades tradicionais para consumo, exceto pelo alto teor de provitamina A”.

Fontes: ISAAA, IRRI e Agrolink